Sangramento na gengiva

O nosso corpo é uma máquina que trabalha muito bem com todos os seus componentes interligados. E, quando há algo de errado, ele dá sinais que nem sempre são compreendidos. No entanto, o sangramento na gengiva é um sinal que deve ser levado em consideração para evitar que algo que já não está tão bem se complique ainda mais. No entanto, não é isso o que muitas pessoas fazem. Normalmente elas percebem que sua gengiva está sangrando quando elas estão escovando os dentes. E muitas vezes elas convivem com isso por muitos anos por não acreditarem que isso seja importante.

Mas a gengiva é fundamental para proteger os dentes e, assim, é muito importante para protegê-los e também a estrutura óssea do ataque das bactérias ou corpos estranhos. Sua cor normal é rosada e fica bem justinha ao dente (a não ser que ocorra algo que a impeça de ficar próxima ao dente como, por exemplo, o fio dental cortá-la). No entanto, ela deve ser capaz de suportar traumas advindos com a mastigação e escovação sem que venha a sangrar.

Quando acontece o sangramento na gengiva com o menor contato é porque, geralmente, a higiene bucal está sendo feita incorretamente. Ou seja, a limpeza da boca está inadequada, o que permite que a placa bacteriana se calcifique e cause o tártaro que só pode ser retirado pelo cirurgião-dentista. Mas quando não ocorre essa remoção, as bactérias que estão ali presentes começam a liberar algumas toxinas que irão inflamar a gengiva e, assim, causar o seu sangramento. Como os sintomas que o paciente sente são pequenos, eles são considerados sem importância e, por isso, eles podem ficar anos sem procurar um profissional da saúde bucal.

Diferenciais do sangramento na gengiva

O sangramento na gengiva ocorre quando ela fica inflamada. Isso normalmente acontece quando a placa bacteriana presente nos dentes não é removida na escovação e ela acaba endurecendo, dando origem ao tártaro e, a partir daí, as bactérias ali presentes começam a liberar toxinas que a machucam e, quando não tratada, ela pode se agravar e se tornar uma periodontite.

Outros fatores que podem levar ao seu sangramento são:

  • Qualquer tipo de desordem hemorrágica;
  • Escovar os dentes com muita força;
  • Alterações hormonais que ocorrem durante a gestação;
  • Dentaduras que não estão muito bem ajustadas;
  • Púrpura idiopática trombocitopenica;
  • Fio dental utilizado de forma inadequada;
  • Infecção que esteja relacionada a gengiva ou ao dente;
  • Escorbuto;
  • Leucemia;
  • Afinadores de sangue que estão sendo utilizados;
  • Falta de vitamina K.

Em alguns casos o sangramento na gengiva pode não ser nada. No entanto, se ele perdurar por muito tempo e for grave, após fazer o tratamento as gengivas continuam sangrando ou se tiver algum sintoma inexplicado, é preciso que o paciente busque a ajuda de um profissional da saúde.

Fale com os nossos especialistas e saiba mais sobre sangramento na gengiva

O sangramento na gengiva é um indício de que algo não está indo bem no corpo humano. No entanto, isso pode estar associado a uma escovação inadequada que não retira a placa bacteriana completamente e acaba permitindo que se formem os tártaros. Assim, as bactérias presentes neles soltam toxinas que podem inflamar a gengiva. Tem alguma dúvida quanto ao assunto abordado? Então entre em contato com nossos especialistas para tirá-la. Você também pode acessar nossos canais para ter acesso a mais conteúdos que tratam desse tema. Deixe seu comentário e opinião e compartilhe nossa página.

Tags

Talvez você goste também

Siga A Life Sorrisos

Postagens Recentes

Curta Nossa Página

WhatsApp
1