Canal dentário

Não foi recentemente que a sociedade como um todo foi apresentada aos benefícios e à importância de se manter a saúde bucal em dia. Há muito tempo se fala sobre a influência que um bom sorriso exerce no mundo dos negócios e na vida pessoal também. Porém, todos estão sujeitos às falhas e imprevistos que podem gerar a necessidade de um tratamento de canal dentário inesperado e não programado. Fala-se da forma com a qual os dentistas recorrem para salvar o dente de um paciente, tenha sido ele acometido por um acidente ou pelo surgimento de uma cárie profunda. Realizando uma análise estrutural do dente, nota-se que a polpa dentária é o tecido mole que contém os nervos, os vasos sanguíneos e o tecido conjuntivo. Sua localização central e profunda justifica o forte incômodo relatado por pacientes que comparecem ao consultório em busca de apoio profissional.

Resumidamente, o tratamento consiste na remoção da polpa comprometida por uma doença ou por uma infecção pontual, a fim de evitar o surgimento de pus na região. Tal agravamento pode culminar no comprometimento do osso maxilar e mandibular, no surgimento de edema e, em casos mais extremos, na remoção completa do dente.

Diferenciais de canal dentário

O tratamento de canal dentário surge como uma forma eficaz de salvar a estrutura do dente, sem que o mesmo seja completamente comprometido. Seu passo-a-passo consiste em abrir o dente para retirar a polpa dentária infeccionada, limpar e desinfetar o canal e preencher a abertura exposta com material próprio.

A lista de sintomas que apontam para a provável necessidade de iniciar um tratamento de canal dentário abrange:

  • Dor intensa;
  • Sensação de latejamento;
  • Sensibilidade para gelado (em alguns casos para quente também);
  • Inchaço seguido do aparecimento de feridas.

O esclarecimento de alguns mitos que levam às decisões erradas se torna necessário ao público em geral. Diferentemente do que se possa ouvir de fontes duvidosas, saiba que:

  • O tratamento não deve ser iniciado somente após o surgimento da dor;
  • A realização do tratamento de canal é indolor;
  • Visitas regulares ao dentista devem ser realizadas, de preferência com intervalo de até 6 meses;
  • O dente tratado pode sim voltar a apresentar problemas se não cuidado devidamente;
  • O uso do fio dental e de uma pasta de dente de boa qualidade são capazes de evitar problemas relacionados à saúde bucal;
  • A escovação apropriada faz a diferença na higiene bucal diária;

Fale com os nossos especialistas e saiba mais sobre canal dentário

Pequenos cuidados diários ajudam de fato a manter a saúde bucal de qualquer indivíduo. No entanto, somente o profissional formado nessa área está capacitado a julgar se o quadro do paciente requer tal atenção específica ou se não passa de alarme falso. De qualquer maneira, não deixe de realizar seu tratamento de canal dentário por receio ou pelo surgimento de questionamentos. Especialistas estão de plantão para sanar dúvidas sobre o assunto, auxiliando na sua tomada de decisão.

Tags

Talvez você goste também

Siga A Life Sorrisos

Postagens Recentes

Curta Nossa Página

WhatsApp
1